Biblioteca C.E. Búzio

Trabalhos apresentados no encontro com Isabel Zambujal

As turmas do 3º ano do Centro Escolar do Búzio, durante as semanas que antecederam o encontro com a escritora Isabel Zambujal, leram o livro Dias felizes de Uma Nódoa Teimosa e, partindo dessa leitura, produziram poemas nas aulas de Oficina de Escrita e Leitura. Estes poemas foram apresentados em público durante o encontro, tendo cativado todos os presentes. O poema que se segue foi cantado pelas crianças  e musicado pela professora de Expressões e Oficina de Leitura e Escrita, Cátia Silva.

Para ouvir, clique no final do poema.

 

Lá no meio do pomar

Nasceu uma cerejinha

Numa cesta foi parar

Era a mais vermelhinha!

 

Conheceu a d. Amélia

Que estava no seu fogão.

E assim, logo a levou

Para a mesa da refeição.

 

Por um dia ela escapou

Mas à panela foi ter.

Foi parar a uma tarte

Que alguém iria comer.

 

A Maria, tão gulosa,

Já tinha a fatia na mão.

Mas, quando a ia trincar

Ela deu um trambolhão.

 

Uma nódoa ali ficou

Que não queria sair

Bem no meio do vestido

Ela havia de cair.

 

Como era o preferido

A Maria sempre o escolhia

Mais uma nódoa caiu

Quando foi à gelataria.

 

Esta nódoa era teimosa

Não queria desaparecer

No vestido da Maria

P’ra sempre ia viver.

 

O poema que se segue foi resultado da Oficina de Leitura/Escrita, orientada pela professora Zita Silva.

“ Dias felizes de uma nódoa teimosa”

1 Era uma vez uma cereja muito vermelhinha

2 Vermelhinha como o sangue e também rechonchudinha

3 Rechonchudinha , mas um pouco medrosa

4 Medrosa que os pássaros ou o vento a destruíssem

5 Destruíssem sem lhe dar valor ou a ouvissem.

6 Ouvissem a sonhar com vontade de ser rainha

7 Rainha?! Foi aí que alguém a levou para a cozinha

8 Cozinha onde foi mergulhada num tacho

9 Tacho que foi mexido e remexido

10 Remexido para a cereja em tarte se transformar

11 Transformar para a Maria se deliciar

12 Deliciar com aquela tarte docinha

13 Docinha para a Maria se lambuzar

14 Lambuzar o seu vestido preferido

15 Preferido e agora mais elegante e bonito

16 Bonito com uma senhora nódoa de cereja.

17 Cereja que assim sobreviveu

18 Sobreviveu a sua alma e o seu coração

19 Coração que viajou no vestido da Maria

20 Maria que a levou a passear e a conhecer

21 Conhecer o mundo com que tanto sonhou

22 Sonhou, não desistiu e assim o concretizou.

Isabel Zambujal teve a capacidade de nos deliciar com o seu livro e as crianças e as suas professoras souberam retribuir deliciaram com os seus poemas. Parabéns!

Isabel Zambujal enc - 9

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s